Dúvidas? Ligue agora mesmo +55 (21) 2018-0168

Confira quais ferramentas para gestão comercial podem te ajudar!

Um gestor de vendas tem muito com o que se preocupar: motivar e dirigir a equipe, avaliar quais pontos devem ser melhorados, traçar metas e objetivos e cobrar resultados que aumentem a eficácia nas vendas. Tudo isso em um ambiente de trabalho voltado ao profissionalismo, orientando e dando apoio para assim buscar o desenvolvimento das pessoas e ainda ferramentas para gestão comercial.

Inclusive uma pesquisa feita pela revista Venda Mais listou os principais desafios dos gestores comerciais em 2018. Os mais citados foram:

  1. Treinar a equipe de vendas para detectar e aproveitar melhor oportunidades dentro da própria carteira de clientes;
  2. Ajudar os vendedores a fazerem mais e melhores perguntas, para entender melhor as necessidades e oportunidades dos clientes;
  3. Ajudar a equipe a ter argumentos para reforçar os diferenciais em relação à concorrência.

O tempo que o time dispensa para analisar dados de vendas, produtos e preços também é um grande receio: como organizar todos esses processos?

Uma saída é confiar em ferramentas para a gestão comercial, que começam com pontos de atenção para a gestão de Recursos Humanos e vão até a administração das vendas com a utilização da tecnologia.

Quer conhecer quais as melhores ferramentas para área comercial? Confira agora neste post!

1- RH em dia

Muitas vezes a falta de desempenho de uma equipe comercial é causada pela falta de afinidade de trabalho. É papel do gestor de vendas, em conjunto com o setor de RH, pensarem nas características específicas que cada parte integrante do time deve ter. Conheça abaixo essa e outras dicas de pontos de atenção para a área comercial para assim formar um grupo de trabalho vencedor.

# ESCOLHA DA EQUIPE

O sucesso começa na escolha de cada talento. Mas existe o chamado perfil ideal da vaga, que depende do que sua empresa comercializa e também do método de vendas adotado. Por exemplo: o varejo exige uma equipe mais extrovertida, enquanto produtos ou serviços complexos pedem um profissional experiente, preparado e até com formação específica.

Às características acima é preciso se preocupar também com o perfil comportamental que cada membro do time precisa ter. É a partir dele que é possível identificar e fazer avaliações de competências e também potencial de cada profissional. Para encontrar as informações necessárias, é possível utilizar várias metodologias. Uma delas é a DISC (Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade), que fornece alguns dados bem interessantes.

Outras perguntas para você se fazer: quais conhecimentos, habilidades, comportamentos e atitudes seus vendedores precisam ter?

# HABILIDADES (SKILLS)

São as aptidões, o jeito e a destreza aplicados por cada um nas tarefas profissionais. Elas são divididas em soft skills, que são as atitudes comportamentais inatas ou aperfeiçoadas. Estão ligadas à inteligência emocional e determinam a capacidade de relacionamento, diferenciando de forma positiva um trabalhador dos seus colegas no mercado de trabalho.

É um termo muito utilizado hoje no meio profissional. Elas servem para medir a forma como cada um realiza suas tarefas, como também a competência para um bom desempenho.

Já as as hard skills são as competências técnicas. As habilidades aprendidas na escola e que podem ser vistas no currículo. Elas são os conhecimentos profissionais, ferramentas e técnicas que permitem dominar a profissão de vendedor.

#TREINAMENTOS

Agora que seu time está formado, é hora de colocar todos os participantes na mesma página. E a melhor forma de conquistar este propósito é treinando, levando o time de vendas a buscar novos conhecimentos e trazendo informações relevantes que vão modificar os métodos de trabalho.

A realização de capacitações também são fundamentais para aperfeiçoar e desenvolver as habilidades pessoais de cada um. Será a oportunidade de destacar os pontos fortes, eliminar bloqueios e superar as dificuldades.

Outro objetivo do gestor nessas interações é o de promover o bom relacionamento relacionamento entre os vendedores. Na prática, isso significa adotar dinâmicas e atividades que os integrem e o façam pensar como um.

Exemplos de treinamentos: metodologias e habilidades de vendas, atendimento ao cliente e conhecimento dos produtos e soluções.

# GESTÃO

A boa gestão de vendas começa com um direcionamento inteligente da gestão de pessoas. São os vendedores que compõem o seu time. O crescimento de vendas só acontecerá quando a gestão de pessoas e os processos acontecerem de maneira clara e concisa.

E saber lidar com pessoas é a principal característica de um líder, sabia? Você precisa ser, além de líder, psicólogo, pai (ou mãe) e ter muita paciência. Exerça uma liderança por meio do exemplo e não somente pela autoridade hierárquica.

Essa é a melhor maneira de conquistar credibilidade para convencer seu time de vendedores que o caminho apontado por você é o melhor a ser seguido.

2 – A tecnologia como ferramenta para gestão comercial

# CRM

Na busca por melhores resultados no setor de vendas, a tecnologia apresenta excelentes ferramentas para a gestão comercial. A principal delas é a utilização de um CRM (Customer Relationship Management) como os da AgendorSalesforce ou Pipedrive.

Ele é maneira mais assertiva para o time de vendas por em prática o relacionamento com o cliente, com as dicas e direcionamentos aprendidos nos treinamentos. Na verdade, um CRM permite, entre outras funções, criar checklists do que precisa ser feito melhorar ainda mais o relacionamento positivo com os clientes. Lá também estão todas as informações da carteira, permitindo que qualquer vendedor seja capaz de realizar um atendimento quando necessário.

# BI (BUSINESS INTELLIGENCE)

Adotar os mais avançados processos de seleção e gestão de pessoas, combinado com a utilização da tecnologia, são as melhores ferramentas para a sua área comercial. O objetivo de um software de BI no contexto comercial é justamente trabalhar em conjunto com o CRM e unir todos os conhecimentos da empresa, possibilitando uma visão holística de ferramentas e serviços.

Os resultados: explorar dados profundamente, revelar conexões de modo instantâneo e ver as oportunidades de todos os ângulos.

FONTE: BLOG DA IN1.

Deixe uma resposta

Fechar Menu